quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Pareceu tudo tão fácil...Será???

Ultimamente ando com uma vontade enorme de têr a minha própria vida, ser independente, ter a minha casa, o meu carro, o meu miauzinho, sem depender de ninguém para nada. Não sei se esta vontade súbita se deve ao facto de metade, ou mais, da blogosfera já ter a sua própria vida. O que é certo é que estou farta.

De tarde conversava com o meu namorado, e escutava com bastante atenção tudo o que me dizia, e dei por mim, uma vez mais a pensar, que se eu tivesse uma casinha só minha os planos futuros seriam outros". Falavamos do nosso futuro profissional e tudo pareceu tão fácil. Parece que o sucesso está na ponta dos dedos e que tudo vai correr bem. Incrível como uma conversa com a pessoa certa nos dá outro ânimo para enfrentar o dia-a-dia. Então no final da conversa já dava por mim a pensar que se calhar já não falta assim tanto tempo para poder dar um novo rumo à minha vida, ou pelo menos já falta menos do que o que faltava. Loool

Quero tanto concluir esta fase da vida académica e começar a fazer algo mais prático. Ter o meu cantinho e ter o rendimento fruto do meu trabalho para poder fazer as compras banais do quotidiano, mas compras essas para mim e para a minha casinha. Aaaaiiiii era tãaaaao bom...mas pronto um pouco mais de paciência. Tudo a seu tempo.

Lau*

7 comentários:

Luka disse...

Pois é... parece que esta vontade aparece em nós mais dia menos dia... eu já sinto isso ha muito muito muito tempo... desde os 16! Sim, é verdade, desde os 16! Mas pronto, tudo acontece como tem que ser!!

Bjocass***

:)

O Blog da Framboesa disse...

Olha Lau, há uns anos atrás também tive essa vontade, o que é facto é que depressa bati com a cabeça nas paredes. aprendi com os erros e se pudesse voltare atrás mudaria muita coisa.
Estou de trabalho temorário em trabalho temporário e de que me serve uma licenciatura?! Neste momento e face a toda esta conjuntura económica que o pais atravessa, não me confere estabilidade profissional.
As contas são certas ao final do mês, não esperam e a maioria chega e tem prazos curtos para pagamento, os fins de semana são passados em limpezas e as despesas em compras são minimas, não te estou a dizer que vai ser assim contigo atenção, apenas a alertar-te para quando o fizeres, tenhas alguma segurança para o fazer, vai tentando juntar algum dinheiro e faz planos a médio/longo prazo, pensa em todas as possibilidades, as boas e as más, os problemas que eventualmente poderão surgir e a melhor maneira de os resolver.

E é basicamente como dizes, tudo a seu tempo e é preciso paciência. Nunca te esqueças que as coisas conseguidas com esforço são as melhores e tudo é vivido no período de tempo certo.

Bjcs

Marilu disse...

Querida amiga, gostei do Minhauzinho....rs. Beijocas

Pipa disse...

é verdade. tudo a seu tempo. saboreia o tempo em que estás. quando erasmos crianças queriamos ser "os mais velhos". Hoje já és esse "o mais velho" e sendo este já queres subir para o outro patamar. confesso que, algumas vezes, também tenho essa vontade, mas é melhor nao falarmos tanto sobre isso. isto porque quando formos mais velhos, gostávamos de voltar ao que somos hoje. :)

Simples e Elegante disse...

Identifiquei-me mesmo com este texto!

Marabunta & Framboesa disse...

Conheço tão bem essa sensação! É tão bom! Digo-te que fácil, não é! Eu tornei-me independente há 3 anos. É difícil porque o dinheiro tem mesmo que esticar para pagar a renda, as contas, o supermercado, o veterinário da cadela, etc. Mas digo-te outra coisa... Não tem preço! A nossa independência, ter o nosso espaço... é simplesmente a melhor coisa!!! :)

Olhos Dourados disse...

Mas olha que a vida não está fácil para arranjar emprego.