segunda-feira, 23 de agosto de 2010

De volta ao Norte...

Vá pronto...agora estou mesmo em casa. Não é justo, sai uma pessoa de Albufeira com dias de calor intenso e tal para chegar a Santa Maria da Feira e se deparar com o tempo incoberto e com chuvinha.

Sim, quando estava a chegar ao destino reparei que lá fora caía uma chuva miudinha. Disse ao meu namorado: "Bem-vindo ao norte meu anjo". Ele sorriu.

É bom estar de volta. Chegamos por volta das 8h30, fomos tomar pequeno-almoço a uma pastelaria aqui perto de minha casa e depois como é obvio caímos redondos na cama. Mesmo fazendo a viagem de noite não deu para dormir muito. Apesar do cansaço e tudo mais dormimos talvez 2 horas.

E é isto, estamos de volta à rotina. Mas podem não acreditar, cheguei agora de férias e estou extremamente cansada. Estou a precisar de férias das férias e como a faculdade ainda demora uma pouquinho dá para ter o merecido descanço.     =P

Lau*

5 comentários:

*C*inderela disse...

Por aqui também está a pingar :( Aproveita o tempo que ainda tens livre para descansar das férias :P

Daniela Pereira disse...

Engraçado que eu estou de férias à meses, no sentido de estar de férias da escola e ainda não me sinto totalmente descansada. Até tenho medo de quando a escola começar, sei que vou aumentar peso novamente por causa do stress... aft um filme. Eu estou bem é acordada de noite e a dormir pela manhã fora e não o contrário. Se te deixa feliz, a minha terra localiza-se no SUL e aqui também chove. está 25º céu negro, cheira a chuva e chove.

Daniela Pereira disse...

tens um selo no meu blogue!

Daniela Pereira disse...

Lol seguindo à resposta que me deste devo-te dizer que a minha irmã Carla (mais velha) não a vemos à anos e tenho um sobrinho filho dela com 4 ou 5 anos que só vi umas 2 vezes na minha vida, a minha outra irmã anda a trabalhar, a minha mãe também e o meu pai também, a minha mãe trabalha sempre das 16:00 às 00:30 e o meu pai têm horário misto infelizmente ela vê o meu pai mais vezes do que devia para além de ter que servir de empregada, se o meu pai não fosse um otário a maioria das vezes não teria medo de deixa-la sozinha com ele em casa. Seja como seja, é sempre complicado, não é por termos pessoas em redor que deixamos de sentir falta de uma pessoa em particular, uma altura a minha irmã do meio foi de férias e eu mesmo tendo os meus pais não deixei de sentir muita a falta dela.

Luka disse...

No dia em que chegaste estava eu a trabalhar e a lojinha à pinha!! Basta um pouco de chuvita que o pessoal vai logo a correr para os shoppings! Mas tuga que é tuga não larga um shopping! :)

bjoca!