domingo, 8 de agosto de 2010

As minhas leituras...

Acabei mesmo agora de lêr o romance de Nicholas Sparks, "Dear John", traduzido para Português como "Juntos ao Luar". Tive curiosidade de o lêr desde o momento em que vi o trailer do filme. Tive, ainda, de fazer um esforço para não espreitar o filme antes de concluir a minha leitura, pelo facto de a história ser muio interssante, e pelo facto de o filme ser a forma mais rápida de obter toda a história.

Mas consegui lê-lo todo sem vêr ainda o filme. Pelo que, o filme será o próximo passo. Gosto de vêr as histórias de papel transformadas em video, apesar de normalmente apreciar sempre mais os livros.

É sem dúvida uma linda história de amor entre John e Savannah, que tem na minha opinião um desfecho triste já que estes não ficam juntos. Savannah acaba por casar com Tim (um amigo de infância, que John também conheceu). Mesmo estando Savannah casada com Tim, esta ainda amava incondiconalmente John, e os sentimentos de John por ela continuavam os mesmos apesar do tempo que estiveram separados.

John tomou uma decisão, a meu vêr, muito, mas mesmo muito complicada. E foi esta parte da história que me deixou a pensar. John tinha consciência que Savannah continuava a amá-lo, e que o desejava tão ardentemente como ele a ela. Tim pediu a John que sempre olhasse por Savannah, mas John preferiu afastar-se com o argumento que num casamento apenas há espaço para 2 pessoas.

John percebeu que o verdadeiro significado do Amor é desejar que o outro seja feliz e por isso decidiu afastar-se de Savannah e ajudou, ainda a salvar a vida ao marido dela.

Questionei-me se eu seria capaz de abdicar do amor da minha vida em prol da felicidade dele, mesmo sabendo que este seria feliz a meu lado. Seria eu capaz de tomar a decisão de John? E esperar pela minha cara metade o resto da minha vida?

E vocês?...Já viram o filme? Ou leram o livro? O que pensam? Seriam também você capazes de tomar a decisão de John?

Lau*

6 comentários:

Daniela Pereira disse...

Sinceramente não ia conseguir tomar a mesma decisão que ele, podem dizer que assim não sei amar ou whatever, sou egoísta. E afastaria-me dela não pelo amor mas pela decisão dela, de se ter casado com o outro. Eu não conheço bem a historia, não a li nem a vi, disseram-me que houve até mais expectadores do que no filme avatar, mas ainda não tive o impulso de o ver.

'Ferreira disse...

Eu já li o livro... Simplesmente amei**
Não sei se seria capaz de tomar uma decisão como a do John... não sei mesmo.

aka pink disse...

Não li o livro, mas vi a apresentação do filme quando fui ver o Inception do Leonardo Di Caprio.

Miranda disse...

Lau vem participar no sorteio de um verniz Yves Saint Laurent que estou a fazer no meu style diary!

mirandastyleatbreakfast.blogspot.com

beijinhos!

Lau* disse...

Quem já comentou este post percebeu o k eu kis dizer com ele...eu kuand falo da decisão do John refiro-me ao facto de ter "desistido" da Savannah...não ao facto de ter salvado a vida ao Tim com a fortuna que o pai lhe deixara...ao k isso também eu faria em prol de tentar salvar uma vida mesmo que o tratamento fosse experimental...mesmo tendo John querido o anonimato...mas abdicar do amor da vida dele quando sabia de antemão que a Savannah o amava mais do que amava o próprio marido...é a isto que me refiro =)

Bjinh a todas e obrigada pelas visitas e pelos coments

nuvem.de.algodão doce disse...

Eu ainda não li, nem vi o filme. Mas quero ver se vejo entretanto.
*