sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Sempre sonhei...

Sei que nada é perfeito e é utopia pensarmos que a perfeição existe. Podemos até trabalhar nesse sentido mas daí a alcança-la vai uma grande distância. Todos temos os nossos defeitos, uns mais do que outros, e uns piores do que outros. Regra geral acabamos sempre por magoar alguém de quem gostamos à conta deles.

Desde miuda que sonhava em ter uma família feliz e perfeita como a dos filmes. Sempre tive esta necessidade, pois os horários dos meus pais, por vezes, eram incompatíveis e tentar fazer algo em conjunto era praticamente impossível.

Sou sincera, ainda hoje, há dias em que penso nisso, em que penso que sempre desejei isso com todas as minhas forças. Não vale a pena olhar para a família do lado porque aparências todos podem ter, e podem todos parecer muito felizes, mas dentro de portas cada uns têm os seus problemas.

Breves momentos de uma crise existencial...puff...passou. O fim-de-semana está aqui e só vos queria desejar um bom fim-de-semana. Aproveitem bem. A minha semaninha de férias também já acabou e 2ª feira já entro novamente na rotina.

Lau*

3 comentários:

Carol R. disse...

Ah! Mas você vai ser (aliás já deve ser!) feliz como desejas :)


Bom fim-de-semana :)

Incontinência de Palavras disse...

Tens razão. Nem tudo aparente a verdade!

Daniela Pereira disse...

Todas as famílias tem os seus obstáculos, altos e baixos. E não existe ninguém que nunca tenha tido problemas familiares, somos humanos, é quase impossível sermos 100% funcionais.
p.s a perfeição é relativa e cada um tem uma definição de perfeição diferente e um nível de perfeição perfeito e alguns não chegam até ela por tanta ambição e outros chegam lá rápido por falta dela. Só os ignorantes é que são totalmente felizes, porque só o podemos ser a 100% por falta de conhecimento do mundo.