sábado, 26 de fevereiro de 2011

Quem não tinha um?

Refiro-me às meninas. No que toca aos rapazes era mais difícil terem com tanta frequência como as raparigas, a justificação era que era um acessório de meninas. Pelo menos era o que diziam os rapazes da minha turma.

Imagem daqui.
Devo ter mantidso o meu diário talvez até ao 7ºano depois deixei de o usar. Achei que estava crescida demais para continuar a escrever num diário. Já era uma "menina grande", era diferente. Pois bem, advinhem?

Decidi comprar um há uns tempos e começar a escrever nele, à moda antiga, como um dia eu fiz. Uma menina cá da blogosfera queria conhecer a caligrafia da malta que anda por aqui, incentivando-nos assim a trocar cartas ou a enviar.lhe algo escrito, uma página da agenda, um rascunho, um apontamento de um aula. A Mary Jane teve uma ideia simplesmente espectacular. Face a esta ideia dela eu decidi voltar a escrever no meu diário os meus descontentamentos, embora o blogue sirva para desabafarmos um pouco nunca é igual. E eu falo por mim, apesar de escrever, naqueles problemas graves opto por filtrar um pouco.

Ficou prometido à Mary Jane que lhe iria enviar algo, ainda não me esqueci, estou só a pensar em algo original.

Lau*

1 comentário:

Corina de Oliveira disse...

Ai se não tive... e acho que o meu blog não deixa de ser um belo dum diário, só que aberto ao público XD