terça-feira, 22 de março de 2011

Homenagem a Artur Agostinho

"Ficou para a história da rádio em Portugal o seu "é gooooooooooolooooooo", que gritou pela primeira vez num Benfica-FC Porto no final dos anos 1940. Artur Agostinho, radialista, apresentador, jornalista desportivo e antigo diretor do jornal "Record", de que era colunista, faleceu hoje no hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde estava internado há uma semana.
Funeral sai amanhã às 16h para o cemitério de Benfica, precedido de missa de corpo presente, às 14h, na igreja de São João de Deus, de onde sairá o cortejo.

Imagem daqui.
Era também ator, tendo participado nos filmes "Cais do Sodré" (1946), "O Leão da Estrela" (1947), "Capas Negras"(1947), "Cantiga da Rua" (1950), "Sonhar é Fácil" (1951), "O Tarzan do 5º Esquerdo" (1958), "Dois Dias no Paraíso"(1958), "O Testamenhto do Senhor Nepomuceno"(1997), "A Sombra dos Abutres" (1998) e "Perfeito Coração" (2009).

Artur Agostinho era também publicitário e escritor. Comunicador nato e um dos rostos mais populares da sua geração, foi agraciado em dezembro pelo Presidente Cavaco Silva com a Comenda da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada, numa cerimónia no Palácio de Belém. 
Em 2005, deu nome a um prémio criado pelo "Record" destinado a distinguir protagonistas do desporto. Artur Agostinho entregou pessoalmente o troféu a Pauleta (2005), Scolari (2006), Rui Costa (2007), Cristiano Ronaldo (2008), Luís Figo (2009) e José Mourinho (2010).

"Flash-back- Uma história da vida real" é o título do seu último livro. Artur Agostinho apresentou-o no início do mês em curso, poucas semanas antes de morrer.

A RTP1, a RTP Memória e a SIC dedicam parte da emissão de hoje a homenagear o comunicador. Pelas 21h30 a RTP1 passa a "Grande Entrevista" conduzida por Judite de Sousa a Artur Agostinho no mês de fevereiro, e à meia-noite o canal público passa o filme "Leão da Estrela".
Ainda nos canais generalistas, a SIC passa pelas 21h45 a entrevista dada recentemente pelo comunicador a Daniel Oliveira no programa "Alta Definição".

Já no cabo, a RTP Memória transmite pelas 21h o programa "Tributo a", com apresentação de Júlio Isidro e dedicado a homenagear personalidades com "inegável qualidade e brilhantismo" nas suas "carreiras no panorama nacional". Artur Agostinho foi um dos convidados do programa, episódio que é hoje retransmitido."

E assim Portugal fica mais pobre, mais uma terrível perda para nós. Deixo-vos aqui a sua entrevista com Daniel Oliveira no "Alta Definição". É uma entrevista muito bonita. Outros dos momentos mais recentes que tenho do Artur é a entrega do prémio Mérito e Excelência nos Globos de Ouro da SIC e da Caras.


Um Bem Haja Artur. Até sempre.

Lau* 

3 comentários:

claudia. disse...

Até sempre, Artur *

Marcia_Oliveira disse...

É verdade.. A Carrie será sempre eterna. Assim como este senhor! Tive uma pena ENORME de ele ter morrido mas mesmo. Uma das últimas entrevistas que ele deu foi ao meu pai e ele está realmente triste, o Artur Agostinho era uma pessoa super simpática mesmo! Enfim, é triste como partem sempre em primeiro lugar as boas pessoas. :/ Descansa em paz!

E um enorme beijinho para ti e, parabéns por esta homenagem tão linda.

Corina de Oliveira disse...

Grande homem, grande senhor!


E faleceu também Elizabeth Taylor...